domingo, 19 de dezembro de 2010

 

Maximilien Robespierre

.
Advogado de formação, revolucionário por paixão, Maximilien Marie Isidore Robespierre, foi o rosto do chamado Regime do Terror, que dominou a França nos anos de 1793 e 1794.
Jacobino, alma do Comité de Salvação Pública, transformou-se em ditador e implantou uma política que tinha na guilhotina a sua principal arma.
Chamado o Incorruptível, defendia a ideia de que um governo revolucionário era capaz de exercer "o despotismo da liberdade", onde o povo soberano, guiado pelas leis que são obra sua, faz, por si mesmo, tudo o que pode fazer bem e, através de delegados, tudo o que não pode fazer por si mesmo.
Deste modo, surge como uma alternativa à democracia representativa, que anuncia o modelo revolucionário daquilo que virá a ser o centralismo democrático e a ditadura do proletariado. Robespierre chama a esa realidade República e Democracia. Endeusa a razão, promovendo-lhe procissões laicas, e defende que "numa república só os republicanos são cidadãos".
Acabaria por ser derrubado a 27 de Julho de 1794 - dia 9 Termidor, do ano 2, do seu calendário republicano -.

Etiquetas:


Comentários: Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]