domingo, 1 de julho de 2007

 

VOZES DO MAR

.
Quando o sol vai caindo sobre as águas
Num nervoso delíquio d'oiro intenso,
Donde vem essa cheia de mágoas
Com que falas à terra, ó mar imenso?...

Tu falas de festins, e cavalgadas
De cavaleiros errantes ao luar?
Falas de caravelas encantadas
Que dormem em teu seio a soluçar?

Tens cantos d'epopeias? Tens anseios
D'amarguras? Tu tens também receios,
Ó mar cheio de esperança e majestade?!

Donde vem essa voz, ó mar amigo?...
...Talvez a voz do Portugal antigo,
Chamando por Camões numa saudade!

Autora: FLORBELA ESPANCA
Do livro: Poesia Completa
Editora: Publicações Dom Quixote

Etiquetas:


Comentários:
O Mar com todos os seus encantos e fascínios.
Abraço.
 
Por também seres como és:

UFF ESTOU ESTAFADA!
Boa noite, estive numa missão secreta para ti! Está no meu blog!
Sony:-)
 
A sempre grande Florbela ...

gostei de reler.


bjs
 
Florbela é incrível. Tão intensa...
 
Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]