quinta-feira, 7 de junho de 2007

 

HISTÓRIAS DE GENTE E ANJOS

..
As coisas se complicaram quando, já habituado à sua nova condição, o homem-anjo olhou em torno e, sendo ainda apenas um homem com asas, sentiu-se muito só.
Pois os anjos acabados não se sentem sozinhos: vivem completos com a música do mundo que gira dentro deles e os preenche totalmente.
Aquele anjo-homem ou homem-anjo, com as asas da sua imaginação ou sua arte desdobrando-se e crescendo incansavelmente, buscava companhia. Alguém que falasse sua linguagem, e seria a linguagem de um centauro, a linguagem do meio nascido projectando-se no vento, que ele agora ainda era. Alguém para partilhar a angústia dessa possibilidade de se expandir.
Então quando se resignava em ser sozinho, ele se apaixonou; e pensou muito antes do primeiro encontro amoroso, pois certamente essa mulher descobriria o seu segredo.
Mas como a paixão no início é sempre um terremoto, um risco e uma glória, finalmente ele se entregou.
Na primeira noite com sua amante, ansiosa, ardente como ele, tirou a roupa toda e, quando ela começava a apalpar-lhe as costas, remexendo-se gemendo em baixo dele, o par de asas se abriu, arqueou-se, unindo as pontas bem no alto por cima dele na hora do supremo prazer.
Mas essa mulher/amante não se assustou, não se afastou... apertou-se mais a ele, e dizia vem comigo, vem comigo, vem comigo...
E abriu suas asas também.

Autora: LIA LUFT
Livro: 13 DOS MELHORES CONTOS DE AMOR da Literatura Brasileira
Organizadora: Rosa Armanda Strausz
Editora: Ediouro

Etiquetas:


Comentários:
Lia Luft é um nome que começa a sobressair na literatura de língua portuguesa.
Este livro não conheço. Mas hei-de ler.
Um abraço
 
Muito bonita a história desse romance.

Agora tenho para ler A Rosa do Mundo, livro de poemas que me levará anos a ler todos eles, mas é uma coisa que faço com muito prazer.
Deic«xo um beijo e obrigada pelas suas vistas.
 
Obrigada pela visita.
Tb achei que este desafio da " batata quente" interessante e com conteúdo ao contrário de outros e só não foste contemplado pq o teu blog já faz muita referência a livros e textos.
Um abraço, gosto de passar por aqui...
brisa de palavras
 
Os anjos também amam...

beijos
 
Gracias pelas palavras encantadoras que me deixastes!
Gostava que um homem anjo batesse as asas num voo longicúo, atravessando mares e suavemente pousasse em minha janela...

Um anjo que projectasse suas asas ao vento e que falasse a minha linguagem porque sou um centauro fêmea.
Um anjo para partilhar da solidão de meus dias de inverno.
Mas que viesse doce e calmo como a madrugada e que me aquecesse debaixo de suas asas...

sonhar é bom...

beijos
 
The year's at the spring,
And day's at the morn;
Morning's at seven;
The hill-side's dew-pearl'd;
The lark's on the wing;
The snail's on the thorn;
God's in His heaven-
All's right with the world!
 
Leituras ,
Venho agradecer a gentileza da visita ...

Anjo já o encontrei ...ao fim de 32 anos !!

Bom fim de semana
Beijão grande
 
Um blog a não perder. Livros e leituras! Que bom!
Beijinhos
 
Estás nomeado, amigo.
Para quem gosta de ler, como tu, seria errado não te indicar.

Um abraço
 
Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]