domingo, 10 de junho de 2007

 

DIA DE PORTUGAL


Com este poema, quero saudar aqueles que, com honestidade e honra, sacrificaram a vida tentando cumprir Portugal..

O INFANTE

Deus quer, o homem sonha, a obra nasce.
Deus quis que a terra fosse uma,
Que o mar unisse, já não separasse.
Sagrou-te, e foste desvendando a espuma,

E a orla branca foi de ilha em continente,
Clareou, correndo, até ao fim do mundo,
E viu-se a terra inteira, de repente,
Surgiu, redonda, do azul profundo.

Quem te sagrou criou-te português.
Do mar e nós em ti nos deu sinal.
Cumpriu-se o Mar, e o Império se desfez.
Senhor, falta cumprir-se Portugal!

Fernando Pessoa
Do livro: A MENSAGEM
Editora: Assírio e Alvim

Etiquetas:


Comentários:
E vivam os génios Portugueses! :)
 
Sonha. Sonha sempre.
Beijinhos embrulhados em abraços
 
obrigada pela visita! Gostei do que li, voltarei. abraço
 
Se a alma não é pequena.
Quem quer passar além do Bojador
Tem que passar além da dor.

bjs
 
so´podia ser mm um poema do grande Fernando Pessoa
 
Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]