quinta-feira, 24 de maio de 2007

 

O SÉTIMO VÉU

Lar é onde se acende o lume e se partilha a mesa e onde se dorme à noite o sono da infância.
Lar é onde se encontra a luz acesa quando se chega tarde.
Lar é onde os pequenos ruídos nos confortam: um estalar de madeiras, um ranger de degraus, um sussurrar de cortinas.
Lar é onde se discute a posição dos quadros, como se eles ali estivessem desde o princípio dos tempos.
Lar é onde a ponta desfiada do tapete, a mancha da humidade no tecto, o pequeno defeito no caixilho, são imutáveis como uma assinatura conhecida.
Lar é onde os objectos têm vida própria e as paredes nos contam histórias.
Lar é onde cheira a bolos, a canela, a caramelo.
Lar é onde nos amam.

Rosa Lobato Faria
No livro: O Sétimo Véu
De: Edições ASA

Etiquetas:


Comentários:
Lar é... familia, calkor compartido, olovido de sí, vivir para el otro.
Gracias.
Un fortísimo abrazo.
 
e é tao bom ter um lar desses para onde voltar todos os dias...
 
Muito bem resume Rosa Lobato Faria o mundo místico e encantador que é um lar.
E como é bom ter um lar.

Um abraço
 
Não conhecia o blog mas voltarei até porque adoro escrever e são uma boa referência.
um abraço
brisa de palavras
 
Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]